quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Esse momento penso em você. E, então quisera me transformar em vento.
E se assim fosse, chegaria agora. Como brisa fresca e tocaria de leve sua janela


E, se você me escutar e me permitir entrar, em você vou me enroscar quase sem o tocar.


Vou roçar nos seus cabelos, soprar mansinho no seu ouvido, beijar sua boca macia.


O embalar no meu caminho.


Mas, eu não sou vento.Agora sou só pensamento e estou pensando em você. E se abrir sua janela


eu estou chegando ai, agora.Neste momento, em pensamento.No vento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário